terça-feira, 6 de setembro de 2011

A Magia no mundo do Magic the Gathering

Buenas meu povo! Nesta semana temática de magia, nada melhor que conhecer um pouco sobre a mesma neste mundo repleto de magos e de magia. Espero que gostem!


Bom, para começar, em Magic the Gathering, você controla um Planeswalker (Andarilho dos Planos), um dos poucos sortudos do universo de Magic que recebe uma centelha de poder, permitindo que ele viaje através dos planos, e manipule o Mana a sua volta.

No caso das fontes de mana, existem cinco principais, das quais os Planeswalker extraem o mana para utilizá-lo da maneira que lhe é mais adequada. Estas fontes são: 

Mana Azul - Sua principal fonte de poder são as ilhas, e o mana azul consiste basicamente de dois princípios: Conhecimento e Controle. A parte de conhecimento leva o mago a sempre ter um abrangente leque de magias para serem lançadas. Em jogo isto é definido pela compra de cartas. E a parte de controle, leva o mago a permitir ou não que outras magias sejam lançadas, anulando as possibilidades de outros magos. Contudo, é uma fonte de mana frágil, geralmente precisando de outra para dar suporte.

Mana Branco - Sua fonte principal de poder são as planícies. O mana branco pode ser considerado a magia "do bem" no mundo do Magic, uma fonte de magia muito equilibrada e poderosa, não contendo muitos efeitos de destruição, mas sim de proteção e cura, como por exemplo a carta Oblivion Ring (Anel do Esquecimento) mostra o que eu quero dizer.

Mana Preto - Bom, como o mana branco é a tal da magia "do bem" no magic, o preto só poderia ser a magia "do mal", extraindo seu poder dos pântanos. Podemos dizer também que ela é de controle, pois a maior arma desta cor é a destruição de criaturas. Mas, ao contrário do azul, o preto tenta reduzir o leque de magias de seus adversários e reutiliza, sempre que pode, criaturas que já foram assassinadas. Uma fonte de mana muito poderosa, mas a maioria de seus poderes requer um sacrifício para a magia funcionar. Ai vai um exemplo:


Mana Verde - A mana verde é uma energia selvagem, tendo como fonte de seu poder as florestas. O maior poder desta cor são suas criaturas de extremo poder, e uma geração de mana inigualável, tornando uma cor muito agressiva, forte e resistente. Infelizmente, é aquela cor mais lenta, que necessita de tempo para funcionar bem, e isto é um ponto fraco às vezes crucial para os magos.
Mana Vermelho - E finalmente, chegamos a fonte vermelha de mana, a magia mais destrutiva, agressiva, rápida, e inconsequente do Magic. As montanhas trazem o poder para esta cor, que não mede esforços para simplesmente matar rapidamente seus alvos. É tamanha a agressividade, que é uma cor sem muitas defesas, e que tem algumas dificuldades para passar por elas. Mas, apenas uma brecha, e provavelmente todos estaremos mortos.

É isso ai pessoal, acredito que é uma forma de lançar magia muito interessante, e que muito bem poderia ser aproveitada em algum sistema de RPG. Espero que tenham gostado deste pequeno resumo.

16 comentários:

  1. AEEEE Ladino!!! Mais um que curte o Magic, nossa eu adorava jogar, minha coleção já foi gigante, bons tempos.

    ResponderExcluir
  2. Eu não acho exatamente o verde lerdo pois tem Decks de "super-população" que tem até bixo de 0 mana. Mas a materia ta boa

    ResponderExcluir
  3. Nunca oguei magic, aqui na minha cidade n vende (não que eu saiba).
    Eu sempre quis fazerm um rpg com a temática de magos, depois desse post deu mais vontade ainda.
    XD

    ResponderExcluir
  4. Magic é supremo, e supremo é este post com ótimas descrições dos manas usados :D

    Será que não és multiclasse com Mago ou Feiticeiro, para saber tanto de magia, bom Ladino? Ou serias um Trapaceiro Arcano? xD

    ResponderExcluir
  5. @Red Dragon Poxa cara eu adoro mágic, já quase fui pra campeonato Nacional, faltou muito pouco :(

    @Pedro Henrique Realmente tem criaturas de fácil acesso no verde, mas ainda assim geralmente são criaturas para sacrificios ou para gerar mais mana ^^

    @Medieval Tales Cara, eu realmente acho que um sistema de magias assim deve ficar muito legal num RPG

    @Encaitar Bom, um verdadeiro mágico nunca revela seus segredos, hehehehe

    ResponderExcluir
  6. Ótimo post, sempre quis utilizar algumas temáticas do magic na mesa de jogo.

    Gostei do post, minha cor preferida sempre foi o azul, e aqui na minha cidade tinhamos campeonatos de Magic (tipo 4 ou comumente chamado, T4) sempre.

    Jah fiquei entre os campeões algumas vezes e campeão uma ou duas vezes só.

    O deck azul puro, é de controle de jogo, é lento, mas se o jogador for esperto, o oponente deixa o jogador de deck azul com 4 PV e não faz mais literalmente nada, o azul trava o jogo todo, e a derrota do oponente é lenta, agoniante e decepcionte/frustrante.

    Só não concordo com a afirmativa do verde ser lento, eu jogava na época dos blocos de Saga de Urza e máscara de mercádia e afirmo, baralho verde era infernalmente rápido, matava no 4º turno com facilidade, eram criaturas rápidas e mágicas de enchimento (+x/+x), tipo crescimento desenfreado, selo da força, força dos carvalhos e por aí vai.

    ResponderExcluir
  7. O Post tá muito show João!

    Eu ja joguei magic, mas quando começou a ser muito "globalizado" eu deixei de acompanhar.

    Não vou negar que a temática de Magic é muito massa mesmo!

    Um contra apenas... O jogo não é nem de longe focado na interpretação, eu gostaria que fosse diferente. Acaba sendo apenas um jogo, com disputas o "quem vence", e isso faz passar por desapercebido o mundo mágico que tá aí por trás, que eu acho bem interessante na real.

    Eu sou careta mesmo, depois do RPG os outros jogos perderam o sentido pra mim. Haushuahsu

    ResponderExcluir
  8. Wooooow... Magic eh bom demais....

    tenho um Deck branco... adoro ele...
    Na escola sempre jogávamos mas agora fica dificil...=/

    Também gostaria de algo interpretativo voltado pra Magic... is ser muito bem vindo...

    ResponderExcluir
  9. Eu parei de jogar Magic por que o negócio vicia mais que crack... coisa de loco! Mas a ideia de adaptá-lo para um RPG é algo que simplesmente não sei por que ainda não aconteceu... quero dizer, já deviam ter lançado um RPG oficial de Magic há décadas.

    ResponderExcluir
  10. Bom se alguem quiser fazer algo parecido comenta ai, talves eu possa ajudar.
    XD

    ResponderExcluir
  11. Antes de me mudar, eu jogava bastante, tinha um deck branco/preto com muitos Clerigos... rsrsrsrs
    O pessoal sempre jogava e faziamos pequenos torneios internos. Era otimo!

    ResponderExcluir
  12. NOSSA!

    os tempos mudam.
    no meu tempo (ancião mode on), o verde era o mais rapido, combinado perfeitamente com o vermelho.

    druidas, elfos e barreiras q geravam mana, junto com crescimento virente, fadinhas, basilisco com Isca e coisas da epoca. bons tempos...

    ResponderExcluir
  13. putz, isso deu uma vontade de jogar, tem uma lojinha do lado da faculdade que vende uns decks, mais nunca tive mais que umas 8 cartinhas que comprei por curiosidade, se comprar não tem com quem jogar, ah , kkk

    ResponderExcluir
  14. Nossa... Todos esses comentários me lembraram algo...

    NUNCA joguei Magic =/.

    ResponderExcluir
  15. Bom, respondendo a todos sobre a lentidão do verde, é que assim, atualmente o verde é um deck que gasta suas primeiras 3 ou 4 rodadas criando uma estrutura, para depois fazer um ataque aniquilador. Isso da tempo para decks mais rápidos agirem ou decks de controle tomarem as rédias da situação. Realmente combinado com outra cor ele fica mais forte, mas. no atual formato, ele está lento. ^^

    ResponderExcluir
  16. Eu gostava mesmo era de Spellfire XD

    ResponderExcluir

Seja um comentarista, mas não um troll! Comentários com palavrões ou linguagem depreciativa serão deletados.